quinta-feira, 28 de maio de 2015

Litro na Lisnave (II)






O fotógrafo desnorteia-se quando a matéria a registar é tão rica quanto a que os estaleiros da Lisnave mostram. Não é difícil documentar. Até justifica revelar mais fotografias do que as habituais. A presença do Vespa Clube de Lisboa, das máquinas e das suas gentes, é a moldura certa para este cenário.  





















































2 comentários:

Rui Simões disse...

Só de ver as fotos dá vontade de lá voltar :)

Castanheira disse...

Já te disse que as fotos são 'top'? Volto a dizê-lo então! :-)