sábado, 1 de março de 2014

Azul Daihatsu





A Helix está em obras. Comprei-a no final de 2008 e chegou agora a altura de lhe renovar o tom de pele, tratar-lhe de uns arranhões.

Tudo começou com um anúncio num site de classificados português sobre um kit de plásticos inferiores novos, vindos dos EUA. O negócio era acessível e acabei por comprar, pois tinha vários plásticos riscados e estalados e um painel em falta. Nada disto é anormal ou proeza difícil de conseguir numa Helix, porque a scooter tem centenas de plásticos e apoios.

Como em todas as empreitadas deste tipo, o problema começou a crescer a seguir, com o síndroma do "já agora...": uma pintura nova e um tom de cor diferente, um banco e encosto estofados, plásticos tratados, um poisa pés que entretanto desaparecera, talvez um quadrante novo. 

Não é um restauro. É uma renovação não profissional de alguns componentes que precisavam de atenção, numa máquina que em 2014 dobra as duas décadas de estrada. Está nas mãos amigas do Miguel e talvez esteja pronta para ir à Serra da Estrela. Vamos ver como fica o azul Daihatsu à luz do dia. 


8 comentários:

Lyp disse...

Já agora: Fica nova!

Acho que vai ficar castiça no "Azul Daihatsu"! Fico à espera do resultado final :)

Um abraço,
Filipe

Luis Barreto disse...

Azul Daihatsu?? Azul Cueca??
Vai sobressair na Neve!
A Nave EspEcial merecia!!
Até breve!

Máximo disse...

Isso foi de teres visto a minha P a contrastar com o branco da neve...
Não podes ver nada!
Este ano a P já não me pertence, e vou à Serra na prima da tua GTS.
Entretanto, espero que o Miguel se despache no trabalho, que vai ser giro ver de novo o jet ski na Serra!

Rastafarian Buda disse...

Já merecia :-)
Infelizmente este ano não vou à serra, mas pode ser que a veja no Tamanco ou nas Moscas.

Rui Tavares disse...

Azul Daihatsu é o novo azul cueca, como se sabe :)

Rui Tavares disse...

Mostra lá uma foto sem ser do primário :)

VCS disse...

Caros,

Como podem ver no post acima deste, o azul, afinal, pode até nem vir a ser bem azul...

É muito engraçado constatar a diversidade de simpáticos epítetos que dispensam à Helix: "jet ski", "nave espEcial", a juntar aos mais usuais "sofá" ou "TGV". É também nestes pequenos detalhes que se vê, quase sem querer, o carisma singular da Helix.

Um abraço,

Vasco

Anónimo disse...

"É também nestes pequenos detalhes que se vê, quase sem querer, o carisma singular da Helix..."

Aiiiiiiiii, é tão lindo o amor!

Paulo SC