quinta-feira, 13 de junho de 2013

Lés a Lés 2013 - Regresso das Lambrettas





O destaque da edição de 2013 do Portugal de Lés a Lés já era a simples inscrição de quatro Lambrettas. Todas se apresentaram galhardamente no palanque em Fafe. Após mais de mil e quinhentos quilómetros de asfalto, terra, água e xisto, chegaram as quatro (!) a Aljezur. Este post é uma vénia às incríveis máquinas do senhor Innocenti e aos seus pilotos: Luís Totti, Bruno Canha, Duarte Marques, Narciso Faria, e Rui Carvalho.





















5 comentários:

barreto disse...

Parabéns a Homens e máquinas. Sempre tive um feeling que "aquela aura" não passava de um mito. Esta é a prova! A repetir! (enumeras 5 pilotos e 4 lambretta?)

VCS disse...

Barreto,

São quatro Lambrettas. Uma delas foi pilotada por Duarte "Narciso" Marques. Um piloto que guia normalmente ao fim de semana, e que se "emprancha" à segunda feira.
:-)

Um abraço,
Vasco

Canha disse...

Vasco parabéns pelas magnificas fotos, e obrigado pela dedicatória.
As estrelas fomos nos todos e não só as lambrettas, os km percorridos na companhia da ScuderiaSerenissima "Rui Tavares, Vasco e Paulo" tornam o passeio muito mais agradável. Como já tinha dito ao Rui para quem nunca tinha feito uma viagem de pouco mais de 200km seguidos foi um desafio e se não fosse o vosso apoio e do Totti, Rui Chamusca e Duarte e Narciso, talvez hoje estivesse aqui sem ter acabado a prova
O meu obrigado por tudo foram todos uma ótima companhia e quem sabe talvez para o ano haverá mais.
Abraço
Bruno Canha

barreto disse...

Soube da estória dentro da história :-)
Queremos mais fotos e relatos de peripécias!

VCS disse...

Canha,

Obrigado pelo teu post.
Para quem, como tu, chegou mais recentemente a este universo "alternativo" das Lambretta e das jornadas longas em bancos corsa, revelaste um endurance que francamente me impressionou.
Como te disse algumas vezes, o teu cansaço notava-se, mas era mais ou menos proporcional à boa disposição e ao desconhecimento (saudável) que tinhas do que ainda nos sobrava pela frente. E a verdade é que nunca desististe.
Aliás, eu sou o que menos autoridade tem para falar, porque a CN dá vinte a zero em conforto a qualquer uma das outras seis scooters.
Por fim, faço votos para que esta vossa participação Lambretta não seja pontual, e regresse já em 2014 !

Um abraço,
Vasco